Apresentação

Novembro 21, 2014 Deixe um comentário
Anúncios
Categorias:Sem categoria

Santa semana

Março 29, 2010 3 comentários

A semana do sofrimento chegou, a santa semana do acarrejamento de figuras religiosas com as forças vivas das vilas a frente e por tras uma morea de crentes devotos.

Na Galiza nesta semana toca o tradicional acarrejamento de santos, cidades como Ferrol, ou vilas como Viveiro, por nomear algumas, sacaram uma cheia de figuras religiosas às ruas. Nelas, desfilaram pola sua frente gente com tricornio (típico chapeu de policial espanhol)o seu pé iram, alcaides e senhoras de postím com veios negros na cabeça.

Todo este conto acontece todos os anos por estas datas, já haja crise, trone, neve ou haja um cataclismo, o acarrejamento de santos sempre se produz. E porque é que se produz? pois na verdade nom tenho nem ideia, nem siquer me molestei en ler algo ao respeito entom, quero pensar que isto de acarrejar santos disfarçado do Kukus Clam vaia a menos com os anos.

E digo que vaia a menos porque o queime de precesons que nos vai largar a Tvg-PP pode ser laido, tóxico e muito lamentoso, por que este conto é todo triste, sofrido, lastimoso e sem graça alguma.

Feliz acarrejamento!

Saúdos

Categorias:1 Etiquetas:, ,

Encerramento do site da AMI

Março 26, 2010 1 comentário

Um outro atentado mais a liberdade de expressom por parte da justiça imperialista espanhola ao encerrar o site da Assembleia da Mocidade Independentista (AMI) por mor do video intitulado “Vilingüismo”.

A denúncia fora feita pola associaçom da ultra dereita Espanhola “Galicia Bilingüe” a qual tivo efeito nestes días. A seguer vai um resumo do video e a sua visualizaçom.

Sinopse:

Antia, Roi, Marinha e Joám começam a se dar conta de que algo estranho acontece na sua vila: a gente que os rodeia, as suas amigas e amigos, sempre galegas falantes, mudam repentinamente de língua. passando a ser radicais defensores da presença do espanhol na Galiza.

As e os protas de este filme nom tardarám em dar-se conta de que detrás destas mudanças há interesses muito mais escuros e inimigos muito mais perigosos do que num princípio podiam imaginar. Resoltas a nom deixar morrer o seu idioma e a salvar as suas amigas e amigos, as moças e moços preparam-se para a luita final contra os responsáveis da desapariçom do galego.

Liberdade de expressom na Galiza já!

[blip.tv ?posts_id=918490&dest=-1]

Saúdos

Manisfesto pola hegemonia social do galego: Preme aqui para assinar

Categorias:1 Etiquetas:, , ,

A loja on-line da AGAL

Março 26, 2010 Deixe um comentário

A AGAL, Associaçom Galega da Língua, já leva muitos anos de andaina, nom só no terreo da língua, senom também no terreo da cultura galega em geral.

Portal Galego da Língua é o sítio na rede de toda a actualidade da língua na Galiza, e está promovido pola Associaçom Galega da Língua (AGAL), umha associaçom sem ánimo lucrativo, legalmente constituída em 1981, que visa a plena normalizaçom do Galego-Português da Galiza e a sua reintegraçom no ámbito lingüístico a que historicamente pertence: o galego-luso-brasileiro.

O Galego-Português, na Galiza denominado Galego e internacionalmente conhecido como Português, é a língua própria de Galiza, Portugal e Brasil, sendo também língua oficial em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Lorosae…, comunidade lingüística internacional conhecida como Lusofonia (também Galegofonia ou Galego-Lusofonia).

Depois desta pequena introduçom trazida da sua própria web, a AGAL vem de sacar um novo sitio por mor da criaçom da sua loja on-line onde vamos poder comprar, livros, música, filmes e otros serviços que a associaçom oferece neste novo portal.

Parabéns pela nova iniciativa e muita sorte!

Sitio da loja on-line: imperdível.net

Saúdos

Manisfesto pola hegemonia social do galego: Preme aqui para assinar

Categorias:1 Etiquetas:

A GALINHA EM ALIANÇA COM A RAPPOSA VAI DAR OVOS D’OURO

Março 24, 2010 Deixe um comentário

Assim podemos ridiculizar para desautorizar, rejeitar e COMBATER o que está a fazer o BNG na questão de ASTANO e na da fusão das Caixas, no que está a fazer o PSdeG-PSOE com a Lei do Território: ALIANÇAS COM O PP contra o povo galego.
Queixa-se Carlos Aymerich perguntando o que haverá de inconfessável na coincidência de uma parte do PSdeG-PSOE com o PP: a) Sabe-o, porque os «Informes do Conselho de Contas» relatam o envolvimento do clã Francisco Vázquez-Iglesias-Moreda boys-girls nos LUCROS DA CORRUPÇÃO URBANÍSTICA acompanhando a do PP de Fraga e o seu governo integrado por Feijó justo na Conselharia de Território, Obras Públicas e Vivenda. CORRUPÇÃO de Feijó na Galiza muito maior do que a de um dos bandidos do Prestige, Jaume Matas nas Illes Balears. b) O que haverá de inconfessável na coincidência do BNG com o PP no de ASTANO e na fusão das Caixas? perguntamos nós para responder que, na nossa opinião, para além dos miseráveis LUCROS que possam obter, o BNG sobretudo motoriza a salvação de um PP que se vai a pique fruto da sua BRUTAL CORRUPÇÃO, CHULARIA, CINISMO E PATRANHA COMPULSIVA, tudo para ROUBAR mais e melhor; um PP e um Feijó feridos de morte em 21 de Janeiro porque o povo que é quem mais ordena pôs «firmes» a dirigência do BNG ordenando-lhe convocar na compostelana Praça do Obradoiro para que se manifestaram 50.000 pessoas contra o governo do PP. Demoraram apenas duas semanas, 5 de Fevereiro, em assinar no Parlamento galego, primeiro A. Rueda, segundo Guilherme Vázquez e depois os sindicatos o manifesto «Galicia Ten Direito» o qual foi suficiente para esclarecer bem esclarecido que a Galiza SÓ PODE SER HEGEMONIZADA, GOVERNADA E ESPOLIADA pelo franquismo do PP com a submissão GARANTIDA do povo galego [cláusula SECRETA do Pacto da Moncloa, do Capô e de Toledo]. Numa palavra, o BNG EVITOU a queda do PP de Feijó e continua cangando com ele para que não caia sem sabermos o que haverá de inconfessável em agir de canga. Será o «prurido democrático» de LEGITIMAR A VITÓRIA DA FRAUDE ELEITORAL DO PP em 1 de Março? Será a CORRUPÇÃO IDEOLÓGICA base de qualquer outra? Será que o povo NÃO é o que mais ordena? Será a ideia interesseiramente muito estendida de que SÓ O VOTO decide o governo? Em termos democráticos o voto não é um instrumento mais válido do que a REVOLTA ou A INSURREIÇÃO. Em termos democráticos o povo galego tem direito ao voto livre e secreto [NÃO ACARREJADO pelos mais de trezentos delinquentes-parásitas colocados por Baltar na Deputação de Ourense ou em quaisquer outras], tem direito a se dotar da representação política que quiser [não a que queira Feijó e Santiago Rey Fernández Latorre] e tem direito à INSURREIÇÃO, À REVOLTA, contra toda forma de opressão: TUDO reconhecido nas leis.
Não é uma brutal forma de opressão USURPAR-LHE ao povo galego a representação política durante decénios para LUCRO PESSOAL de uma minoria, os descendentes dos genocídas franquistas constituídos em PP? Não é uma brutal forma de opressão uma minoria PROIBIR-LHE a todo um povo a utilização da sua própria língua e cultura forçando-o secularmente ao ANALFABETISMO, a ser estrangeiro na própria Terra? Não é uma brutal forma de opressão ESPOLIAR as riquezas todas de todo um povo para lucro de dous indivíduos, Florentino Perez e Entrecanales dentre outros? Não é uma brutal forma de opressão privar um povo dos seus meios de subsistência como ASTANO durante um quartel de século, vinte e cinco anos fechado?
É-o, com certeza, portanto exercermos o direito de REVOLTA, de INSURREIÇÃO é tão natural e democrático como exercermos o direito ao voto. E nos dizemos que quanto antes exerçamos esse direito antes conseguiremos que o PP deixe de ROUBAR-NOS E ESPOLIAR-NOS como estão a fazer na rede da saúde pública: o hospital PÚBLICO de Vigo, pago com o nosso dinheiro, custa cerca de 500 M€, PPRIVADO, 1500: ROUBAM 1000 M€; o de Ponte Vedra, público 400, PPrivado, 1200: ROUBAM 800 M€; o orçamento de NÃO contratados 28 médicos para Ferrol, estimado em 1 M€, ROUBADO; dous anos fechado e a ruir porque o querem Pprivatizar, o novo e acabado hospital de Lugo e um sem fim de tropelias da Barja e os franquistas militares do PP que regem o SERGAS determinam a necessidade e urgência da REVOLTA do povo galego para a derrocada do governo de Feijó e novas eleições livres, limpas e democráticas o qual não é fácil porque o povo galego está DIVIDIDO, ENFRENTADO, na mesma divisão e enfrentamento em que estão os partidos políticos, sindicatos, etc. com grande contentamento dos que DIVIDEM O POVO GALEGO PARA O ESPOLIAR, O PP. BNG, PSdeG-PSOE, os sindicatos têm o dever de UNIR o povo galego e fazem a política contrária debilitando a força do povo que fica à mercê do PP.
Nós reiteramos que a UNIDADE E A DEMOCRACIA para o povo galego virá fácil e de imediato se constituímos a Assembleia Nacional da Galiza, exercemos o direito de REVOLTA, derrocamos o governo de Feijó e organizamos eleições livres, limpas e democráticas. No entanto NINGUÉM na manifestação do Sábado, 27 porque AS GALINHAS NÃO SE PODEM MANIFESTAR COM AS RAPPOSAS PARA DAR OVOS D’OURO: COMEM-NAS.
Em Ferrol, 4ª F, 24 Março 2010
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL.

Fonte original: Vieiros

Manisfesto pola hegemonia social do galego: Preme aqui para assinar

Categorias:1 Etiquetas:

O Vira Galego!

Março 23, 2010 Deixe um comentário

Dizem que a musica é a melhor forma de expressão de uma cultura.

E é verdade!

A musica não mente. E o que é suposto ser e revela quem é a alma.

A música não se esconde nem finge. A música existe por si só e, o que ela conta pode ser tomado como verdade incontestável.

O que se houve cá e lá tem raízes comuns. Prova de pertença acima de qualquer historiador ou interpretação. A música e em especial o Folclore torna-se assim a mais valiosa peça de arqueologia.

Fonte original: O Galaico

Manisfesto pola hegemonia social do galego: Preme aqui para assinar

Categorias:1 Etiquetas:

Gran Purismo

Março 20, 2010 2 comentários

Eis um video do Gran Purismo dando mais uma resposta a ritmo de hip-hop à face de centola (rosa diez).

Sem desperdiço o video do Carlos desde a Suiça adicando-lhe uma cançom a deputada da ultra dereita espanhola, o qual me enche de ledicia ao saber que desde a emigraçom ainda há gente que se preocupa pelo seu país.

Parabéns ao Carlos!

Saúdos

Manisfesto pola hegemonia social do galego: Preme aqui para assinar

Categorias:1 Etiquetas: